quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Filhos dependentes,tornam-se filhos carentes...EDITADO : Promoção


A Elaine do blog ( http://elainegaspareto.blogspot.com ) esta fazendo uma promoção pra la de bacana, o que eu quero em 2020 ??? Em 2010 eu querooo:

Muita saude para todo mundo, muita paz, muita uniao e muito, mais muito amor...Quero menos guerra, menos violencia, menos crianças pagando pelos erros dos pais, quero que Deus cubra com seu manto sagrado esse mundo tão lindo que ele nos deixou e que infelizmente o "homem" esta destruindo.
**************
Minhas 3 indicadas são :

1 - Juliana mamãe da Clarinha
2 - Eliane mamãe do André
3 - Nathi mamãe da Aninha

Meninas voces 3 que receberam o selo, de uma passadinha no blog da Elaine e avise que esta participando da promoção e faça um post no blog de voces com o assunto...Beeeiijoooss.
****************************************************************************


O Luís, sempre foi um garoto muito mimado, foi filho único até seus 15 anos, então tudo era só dele, não precisava dividir suas coisas e seus pais com mais ninguém e eu super protegia muito o Luís, deixei ele andar de onibus sozinho pela primeira vez com 15 anos, e mesmo assim liguei para o celular dele 5 vezes o deixando muito chateado comigo, ficava vigiando ele o tempo todo e hoje estou pagando um preço alto por isso, agora que ele vai para o seminário eu não sei como lidar com isso, como ficar longe do meu filho, deixo esse texto abaixo para que vocês leiam com muita atenção, pois me enquadrei perfeitamente nele.





Escrito por Paulo Franklin

Os pais receberam de Deus a nobre tarefa de dar à luz e educar seus filhos para uma vida feliz. Incumbidos desta bela missão, muitos pais negligenciam seu papel de educador ou se excedem nos cuidados com os filhos. Filhos mal cuidados não crescem em sabedoria, mas filhos cuidados demais também não serão felizes.
Educar não significa mastigar a comida e dar para o filho comer. É ensinar-lhe a descascar a banana, pegar a colher, vestir a meia... Pais que privam seus filhos dos trabalhos próprios que a vida requer, transformam estes em eternos dependentes, pessoas despreparadas para viver.
Os filhos apreendem a viver com os pais. São estes os primeiros e principais exemplos que as crianças terão para direcionar suas vidas. Ser um espelho é tarefa delicada: uma imagem distorcida pode ficar gravada na mente da criança e ser entendida como algo certeiro. Se os pais não cuidam de si, os filhos entenderão que eles também não têm condições de cuidar da própria vida.
Um dia, mais cedo ou mais tarde, todo filho sai de casa. Quando isso não acontece, os pais partem deste mundo e deixam um adulto-criança, que, agora sozinho, luta para aprender aquilo que seus pais não lhe ensinaram: a cuidar de si. Pais muito amorosos estragam seus filhos e pensam estar fazendo somente o bem. Amor demais faz tão mal quanto amor de menos.
É vontade de todo pai ver o filho crescer em sabedoria. Adultos responsáveis são orgulhos para seus pais. Mas não é um processo fácil. Não fomos educados corretamente e por isso não sabemos como educar. Os pais temem que seus filhos morram na balada, sejam assaltados ao voltar pra casa e por isso fazem de tudo para prendê-lo sempre, cada vez mais perto deles. E todo problema começa ai: ninguém aprende a viver se não enfrenta os perigos da vida. É mais fácil para os pais subir a escada e evitar que o filho caia dela ao tentar trocar a lâmpada, mas estes não entendem que ao agir assim impendem seus filhos de aprender a superar seus medos, mostrar suas capacidades.
Todo pai e toda mãe deveria ser como um diretor de teatro: ficar nos bastidores enquanto seus filhos brilham no palco. Não há espaço para pais bajuladores na vida dos filhos que precisam se tornar adultos comprometidos. A educação muitas vezes é falha porque os pais querem ensinar tudo aos filhos, menos como se preparar para um dia sair da casa deles.
Liberdade nem sempre é sinônimo de libertinagem. Filhos que amam seus pais fazem de tudo para vê-los felizes. Não é porque os filhos saem de casa que deixam de ser filhos. A alegria de ver um adulto comprometido com sua vida e com a vida de seus filhos vale o sacrifício de renunciar a vontade que muitos pais têm de pegar uma corda e amarrar suas crias na cabeceira da cama.






Beijos e PAZ.

9 comentários:

Fabiana on 7 de janeiro de 2010 12:00 disse...

Oi Neia!!
obrigado pela visita em nosso cantinho!
amei seu blog!!! ele está recheado de gente bonita!! que familia linda hein, parabéns!!
grande bjo!!
ps:já estou te acompanhando, estarei sempre por aqui!

Alessandra Mulher dos olhos de Deus on 7 de janeiro de 2010 12:55 disse...

Oi lindinha, voltei para comunicar que te indiquei para a promoção do blog da Elaine, tem um post sobre o assunto no meu cantinho, veja lá qual o procedimento. bj grande.

Nayara on 7 de janeiro de 2010 16:18 disse...

ai amiga,que familia linda e eu li no post anterior da vocaçao do seu filho,
Nossa que lindo.parabens vc deve ter mto orgulho.pra um jovem nos dias de hj ter essa força de vonatde e d + em


bjokase em vc e td sua familiaaa

Mamãe Nathi on 7 de janeiro de 2010 16:41 disse...

Florzinha,
Obrigada pela indicação.
Vou seguir as instruções.
Nossa! Fiquei muito feliz por ter lembrado de mim!!! :)
Beijossss.

Geovana on 7 de janeiro de 2010 18:35 disse...

oi querida nossa que texto lindo, pior que é verdade, se pudessemos amarraria meus filhotes na minha cintura hehehe, não deixaria eles crescerem nunca...assim falava meu pai...mas mudando de assunto, como estao lindo os teus filhos, adorei as fotos....bjs!!!

A Mariana ta como o Leonardo tambem, nao fala nada, tambem ando meio neurotica com isso, mas sei que cada criança é uma...vamos ver.

Juliana on 7 de janeiro de 2010 18:46 disse...

Oi Floooooooor
Ai..passou um tiquinho a raiva..rswrsrs...obrigada pelas palavras sempre sábias..rsrsrs
ObrigadA!!
E obrigada também por me indicar na promoção, amanhã vou fazer um post somente sobre ela ok?
ufa...tenho medo as vezes quando imagino a Clara saindo de casa...namorando..casando..afiii..dá uma afliçao,mas os filhos são do mundo ne´...cabe a gente, guiar os passos!
Super beijo e obrigada!!
Ju e CLAra

Eliane on 7 de janeiro de 2010 22:35 disse...

Ei Flor querida, fiquei super feliz com a indicação!!! Claro que já aceitei, vou fazer o post amanhã! Muitissimo obrigada!!!
Amiga, é tão díficil não se coruja e não querer proteger nossos pequenos o tempo todo! Eu sou tão apegada ao meu pequeno que não consigo imaginar passar uma noite longe dele... Tenho que aprender muito ainda!
Imagino o quanto você deve estar vivendo sentimento conflituosos, de alegria e angústia ao mesmo tempo!!! Mas é o caminho que ele escolheu né? Se ele ficar feliz, vai valer a pena!

Feliz 2010 para você e sua linda família!
Um grande beijo,
Eliane e André

paula on 8 de janeiro de 2010 08:22 disse...

Néia,adorei este texto,também sou como você protejo demais o Pedro,nunca sai sozinho de casa para nada,na realidade ele ja esta com 11 anos e não sabe atravessar a rua sozinho.

nem posso imaginar o dia em que ele sairá de casa.

bom fim de semana

beijos

Anônimo disse...

[url=http://cialisonlinehere.com/#rcatv]cialis without prescription[/url] - cheap cialis online , http://cialisonlinehere.com/#gttoj buy cialis

Ja Falei

 

Copyright © 2008 Green Scrapbook Diary Designed by SimplyWP | Made free by Scrapbooking Software | Bloggerized by Ipiet Notez